Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


EU E AS MINHAS SKINNIES

por LA DIVA, em 31.10.14

Esta pode bem ser uma relação duradoura, se escolhermos o par ideal para a nossa silhueta.

1.jpg

As calças estreitas, terminando um palmo acima do tornozelo regressaram às catwalks. Já nos habituámos a associá-las a uma ideia de versatilidade. Resta-nos agora experimentá-la.

 

É certo que se adaptam a qualquer estilo. Mais: são ferramentas preciosas na composição do estilo pessoal. Porém, há sempre que avaliar o que vemos.

 

Os corpos magros das modelos das passerelles são a hidráulica do mecanismo que dá vida à fantasia.

2.jpgSemana da ModaMilão 2014

 

Na transição do conjunto de que gostamos para o corpo que temos há que fazer acertos. Por exemplo, as proporções. Podemos ter uma cintura bem mais sexy que a maior parte das modelos das passerelles, mas sermos mais baixas, ou bem mais generosas de curvas. E as criações dos designers são impiedosas. Se não nos ficam bem, será difícil convencer os outros do contrário.

 

Olhe sempre para os pequenos pormenores.

Observe-os.

Depois, adapte-os à sua personalidade.

Ao seu corpo.

A elegância é SUA, não é da roupa, mesmo que seja a roupa desenhada por um Mago da Moda.

 

Inspire-se nos modelos que lhe mostro e recrie-os à sua medida.

É o que fazem todas as Divas.

As possibilidades de recriação são quase infinitas. Mas, não esqueça, os pormenores são importantes.

 

Comecemos pelas bainhas.

 

Podem ter uma pequeníssima dobra, mas devem deixar uma porção de canela à vista. Se os seus tornozelos são bonitos, abuse deles sem piedade. Mostre-os descaradamente.

3.jpg

Com sabrinas ou com botas curtas (ankle boots) e blusão de pele,

 

4.jpg

Com sapatos de saltos altos e meia curta e um blazer,

5.jpg

Com clutch ou mala de mão, para um estilo mais profissional,

6.jpg

Com camisola curta, para um estilo mais descontraído, ou

7.jpg

Um top sob um casaco de malha e uma echarpe em volta do pescoço como um colar,

para um estilo mais casual,

 

As skinnies adaptam-se a qualquer estilo.

E podem realçar a sua silhueta se aprender a explorar os seus pontos fortes, disfarçando aqueles de que não gosta.

 

Por exemplo, que fazer se as ancas lhe parecem demasiado largas? Ou demasiado estreitas?

Não se preocupe, há solução. Voltaremos a este assunto muito em breve.

publicado às 09:40

REINVENTO-ME COM... OS BÁSICOS... TOPS

por LA DIVA, em 29.10.14

COMO ME REINVENTO?

 

Começamos pelos básicos?

 

O que são os básicos?

 

São aquelas peças que podemos combinar com tudo, mas TUDO mesmo, qualquer que seja o estilo que queiramos construir. Porém..., desde que CONHEÇAMOS o nosso tipo de corpo. Falarei sobre isso num outro post. Por agora, voltemos aos TOPs básicos, sem mangas.

 

Eis alguns exemplos, em cor preta, todos da marca inglesa Dorothy Parkins, e por menos de € 25 cada:

1.jpg

2.jpg

3.jpg

Os TOPs, tank tops, em língua inglesa, funcionam como uma base, o elemento mínimo e neutro a partir do qual todas as combinações são possíveis. A concepção inicial do TOP como uma pequena blusa interior em algodão tem vindo a evoluir para exemplos cada vez mais versáteis e que gostam de se mostrar.

 

Comecemos com um primeiro exemplo, muito simples, de conjugação graciosa de um top com jeans de perna justa, os famosos skinnies:

4.jpg

Como veem, não há qualquer problema em usar os TOPS de uma maneira minimalista. A única preocupação neste caso, será a perfeita conjugação das cores, outro assunto que fica prometido para falarmos num próximo post.

 

Os TOPs podem ter alças, como o deste modelo, e podemos encontrá-los, desde os € 2, em todas as cores, em qualquer loja, da Zara às grandes superfícies.

 

Porém, podem igualmente assumir uma versão mais sofisticada. Apesar de BÁSICOS, já nascem com um elevado grau de elaboração.

 

Vejamos alguns exemplos, todos da marca Dorothy Perkins, e por menos de € 32.

 

 Este Tank Top azul resultou de uma parceria entre as irmãs Kardashian e a Dorothy Perkins, uma marca que adora estrelas da TV e do cinema. Além de apresentarem designs sempre atuais, a sua oferta também contempla os preços acessíveis, como este, que custa apenas € 29.

5.jpg

Este outro modelo, em amarelo suave, revela todo o seu romantismo, não só na cor, mas no tecido arrendado sobreposto ao forro, igualmente amarelo. É um ótimo exemplo para conjugar com jeans denin e sapatos claros. Eu, por mim, nunca usaria preto com este Top. É a nossa sensibilidade quem dita as nossas escolhas, não esqueçam.

7.jpg

Este outro exemplo, em cor vermelha, usa o laço para construir uma silhueta de gosto mais clássico. Não se preocupem, a ausência das mangas nunca o confundirá com uma camisa dos anos 1980.

8.jpg

E, agora, a outra questão.

 

O que usar com estes TOPS?

 

Vamos experimentar amanhã

os skinny jeans?

publicado às 16:47


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D