Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Ninho na Árvore

por LA DIVA, em 13.08.14

Então, procuram um quarto de casal?

 

O homem recebe todo o tipo de mobílias, coisas que as pessoas já não querem.

Ou já não podem querer, e pensou que éramos amantes, eu e a Raquel.

Ninguém lhe disse isso, mas foi o que ele entendeu de nós.

 

Que grande disparate.

O homem recebe o miolo das relações das pessoas

E depois volta a vendê-las por um preço muito, muito barato.

Qualquer pessoa pode comprar uma cama boa por 20 euros,

Mesmo se, ao olharmos para ela, nos pareça que um dia pode ter sido comprada

Pelo quíntuplo.

Ou mais, até.

 

Não, eu quero apenas umas tábuas para construir a minha nova mini-mini casa.

 

O homem não percebeu tudo o que a Raquel lhe disse.

Mas percebeu o essencial, que as relações são a nossa casa.

Depois, elas podem ser de amor ou de desamor,

Mas isso já não interessa ao homem.

Ele apenas sabe que há um camião para ir buscar mobílias e

O mesmo camião também faz entregas. 

 

As relações são a nossa casa.

Às vezes, entramos nelas e a casa já lá estava.

Outras, emprestamo-las, vendemo-las, trocamo-las.

Depois, a casa pode ser de amores, ou de desamores.

A casa gira como o pião e nós damos tanto por isso como damos pela rotação da terra.

Talvez por isso a Raquel queira agora uma casa muito pequenina.

Mas, de tão pequena, é bem possível que não encontre chão para ela.

 

 

 

Ficámos a pensar nisto quando entrámos nos pavilhões de vendas em segunda mão.

Até havia coisas novas, novíssimas, mal estreadas.

Vimos camas de casal e de solitári@. Roupeiros e guarda-vestidos,

Cómodas, mesinhas de cabeceira e outras mesas de pôr os cotovelos e comer em cima

E cadeiras, tantas e tantas, cada uma para um sentar diferente.

Coisa velhas e muito velhas e outras ainda que ninguém quer.

 

Raquel, vamos embora daqui.

 

Mas ela é mesmo teimosa e não saímos sem trazer

Do homem a promessa de que levaria, não uma cama e a mobília de quarto,

Mas sim toda a madeira de uma cama e de uma mobília de quarto.

 

E onde é a entrega?

 

A Raquel é maluca e deu ao homem o sítio de uma árvore.

 

Junto ao tronco do plátano velho, disse ela. Tudo desmontado. Eu dou-lhe o GPS.

 

De volta ao carro, perguntei-lhe, estupefacta:

 

-          Estás a gozar comigo, certo? A separação do Pedro deu-te cabo da cabeça.

-          Nunca falei tão a sério na vida. E agora anda lá comprar a garrafa de champanhe.

 

Na internet há centenas de sites com tutoriais para construir casas nas árvores. Mas a Raquel é senhora para levar a sério as instruções.

Só nos resta esperar para ver como ela se vai desenrascar.

 

Hoje, não me apetece ver filmes. Mas, pelo sim pelo não, deixo um link, aqui em baixo, para quem quiser espreitar.

 

                Good night, Mr. Robin.

 

http://youtu.be/P9_mED99cdk

 

 

Site Meter

publicado às 10:35


1 comentário

De miak a 14.08.2014 às 23:40

É oficial. Estou viciado na história da casa da Raquel!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D