Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



MARIA PESCA-TUDO...

por LA DIVA, em 17.08.14

... é minha amiga e enviou-me hoje de manhã um sms.

 

Está preocupada com a Raquel. Acha que ela vai meter-se em sarilhos dos grandes. Em primeiro lugar, porque as árvores são figuras públicas. Depois, acha que seria preciso ter uma licença camarária ou ministerial (acrescentou: ‘ou outra tanga qualquer’) para que a Raquel pudesse construir a casa no plátano sem vir a ter chatices com as autoridades.

 

Maria Pesca-Tudo não é o nome dela verdadeiro, mas é com ele que assina crónicas numa revista feminina.

O verdadeiro é Camila Magda.

Eu não leio as crónicas da Maria Pesca-Tudo porque acho que, com esse nome, só se podem escrever coisas completamente idiotas, sobretudo, se ela se armar em psicóloga.

 

A Camila nunca escreveria uma linha que fosse que se parecesse com as crónicas da Maria. Talvez por isso tenha arranjado esse alter-ego. Mas não quero meter-me nessas tretas da psicanálise.

 

Eu sei onde é que ela arranjou este nome.

Mary Fisher aparece logo nas primeiras linhas do romance ‘The life and loves of a she Devil’. Vive numa torre altíssima, numa falésia debruçada sobre o mar. Na qualidade de escritora de novelas cor de rosa só escreve mentiras e disparates sobre relações amorosas. Mary Fisher tinha um depósito de $ US 754,300, num numa conta offshore, em Chipre.

 

Se fosse hoje, já lá não tinha nada, depois que o Chipre teve de ser resgatado. Nós também.

 

A Camila adora a Mary Fisher porque a Mary Fisher é uma caçadora de homens. Inclusive, caçou Bobbo, o marido de Ruth. Por causa disso, Ruth tornou-se numa mulher vingativa e temível, um Diabo de saias. E a Fay Weldon escreveu um livro delirante sobre o assunto. E a Maryl Streep fez um filme fabuloso.

 

Camila podia admirar a Ruth e a forma como ela deu a volta à vida dela quando a outra lhe roubou o marido.

Mas não. Foi logo imitar a Outra e escrever parvoíces sobre o amor numa revista.

 

Como disse, eu não leio nada escrito pela Maria Pesca-Tudo, embora seja amicíssima da Camila. Mas o sms vinha assinado ‘Maria Pesca-Tudo’. Por isso deve ser uma brincadeira e não lhe vou responder.

 

Quanto à Raquel, acho muito bem que se tenha atirado a fazer o que muito bem lhe apetecer. Era o que tod@s deveríamos fazer e não ficar anos pres@s a um emprego que nos encerra em quatro paredes. Eu dou sempre a maior força a essas pessoas, mesmo que às vezes o que escolhem ir fazer possa parecer um disparate. Mas eu sei que, lá no fundo, o que devemos fazer é ir atrás do sonho. Esse é que nos deveria comandar as ações, e não só as ideias.

 

Ah, mas já que vos falei na Mary Fisher e a silly season ainda está a meio, podem divertir-se a ler este livro. Vão perceber de onde é que apareceu a Meryl Streep.

 

Até logo.

 


 

Site Meter

publicado às 12:44



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D