Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Hola, ¿cómo va la perra de tu vida?

por LA DIVA, em 18.08.14

Um simples Hola!...

 

... e a Camila fez asneira. Ainda não sabe, mas é só uma questão de dias.

Ou de horas.

 

Deveria ter-se limitado a passear na baixa da cidade, a ver o vai e vem das raparigas que aparecem do lado de dentro das montras a baixar os saldos.

 

E não dar conversa a turistas, sobretudo se o castelhano soar um bocado tuga.

Normalmente, os espanhóis não nos ligam nenhuma. Até mesmo na Semana Santa é difícil que nos brindem com um genuíno e tuguérrimo ‘obrigada!’.

 

Dizem-nos ‘gracias’ e nós sentimo-nos logo manas. Que parvas que somos.

 

Então, apareceu aquela Pilar, que afinal era jornalista e queria saber como ia la puta de nuestra vida.

 

Como quem não quer a coisa, e espanhola começou por abordar a Camila perguntando-lhe se ela andava a fazer compras ou só a ver montras.

 

Claro que queria era saber se a Camila tinha dinheiro, calculando logo que não tinha. E assim, mal abriu a boca, e sem sequer disso suspeitar, a Camila passou a representar as portuguesas do país inteiro na imprensa madrilena.

 

Como a Camila, todas nós, tuguinhas, chafordamos na penúria, sem buraco onde cair mortas.

 

Mas, mesmo meio-mortas, que somos mesmo difíceis de esticar, ainda narigamos contra as transparências luzentes das montras, a saliva ping-ping pela calçada abaixo, à vista de um par de manolos ou de onofrinos, tanto faz.

 

Pois aquilo que a Pilar queria realmente saber era se tínhamos pés para enfiar dentro dos manolitos do país dela.

 

E a parva da Camila, em vez de dizer que não precisávamos dos manolitos para nada, porque desenhávamos e produzíamos as nossas próprias alpercatas, que até a rainha Letícia preferia, até mesmo a Michelle Obama, nãããããõoooo, foi dizer que, de facto, viver na capital estava a tornar-se insustentável, tanto que até tinha amigas que tinham perdido a casa e ficado sem um teto de abrigo.

 

Ah, si, Madrid es igual. Los jóvenes también han perdido sus hogares y había comprado con préstamos bancarios. Es terrible.

 

Claaaaro que a Pilar quis logo saber se a Camila poderia falar-lhe dessas amigas, assim como assim, as tugas nem têm manolos nem casitas, coitadas, quem quer hermanas destas?

 

E claaaaro que a tonta da Camila foi logo falar na Raquel.

Inclusive, foi mostrar a casa que a Raquel anda a construir na árvore.

 

E agora esperemos para ver o que acontece, mas não será nada de bom, tenho a certeza.

 

E, para terminar, vejam lá. Para que precisamos nós destes manolitos aqui, se temos os nossos, e bem mais bonitos? Ok, são bonitinhos, mas andam mais por aí...

 

Site Meter

publicado às 16:21


2 comentários

De miak a 19.08.2014 às 00:46

Ai!!! Assim vai estragar tudo...

De La Diva a 19.08.2014 às 21:06

La Diva adorou o Ai!!!
Vê-se que é pessoa de sensibilidade e bom gosto. La Diva também ficou sensibilizada com um primeiro leitor assim. Por isso, gostaria de oferecer a miak um Ai!!!quebonito de 7.50minutos, a melhor cena do clã das adagas voadoras:
www.youtube.com/watch?v=1CuQ6RhUkWA

P.S. La Diva tem esperança de que a Raquel consiga alcançar os maiores sucessos com a sua nova vida na árvore.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D