Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



BATE, BATE, CORAÇÃO DE MANHATTAN

por LA DIVA, em 04.11.14

A zona sul de Manhattan já vibra, pelo menos de expectativa. Talvez um dia o mundo se choque ao ver uma extravagante semana da Moda Manhattan, em Nova Iorque, precisamente naquela parte onde ficavam em tempos as Torres Gémeas, na baixa da cidade.

 

Talvez se incomode por a memória da morte ser desafrontadamente desafiada pelo luxo, o brilho e o ruído que sempre giram em volta da alta costura e das lojas sofisticadas.

 

Mas não há que enganar. Só muda a cor e o ar de festa permanente, porque o resto é negócio que vale milhões para a economia de qualquer país que se preze.

 

 

O gigante Condé Nast já está a ocupar uma parte importante do espaço que foi outrora o do coração da alta finança. A toda poderosa e glaciar Anna Wintour, há anos editora da VOGUE norte-americana, vai mudar-se para um 25º andar com toda a equipa. Um pouco mais acima, no 41º andar, instala-se Graydon Carter, da VANITY FAIR.

 

A ideia dos promotores do espaço, que em 11 de setembro de 2001 feriu de morte o mundo ocidental, é preenchê-lo de GLAMOUR, emocional e intelectual. Ninguém melhor que designers de moda e artistas para o conseguir. PARIS dos anos 1920 será sempre lembrada pela genialidade dos artistas que nela encontraram uma espécie de pátria da arte.

 

clip_image002.jpg

Todas as lojas e marcas de luxo da 5ª Avenida esgrimem agora por um espaço igualmente nobre na nova zona in. Os designers já trabalham com os materiais que melhor conhecem: os sonhos. É bem possível que algum se lembre de uma coleção inspirada na tragédia. Mas, tragédia e comédia sempre foram os temas privilegiados na arte quando trata a refletir sobre a condição humana.

Seja como for, o mundo segue o seu rumo. Direito ou torto, essas linhas já não são destes costureiros, nem dos alegres habitantes do novo coração de Manhattan.

 

clip_image002.jpg

 

Se nunca viu, aproveite para prestar a sua homenagem a Manhattan, com o filme de Woody Allen. Realizado em 1979, esta comédia romântica com música do fabuloso George Gershwin vai levá-la a uma Manhattan muito especial e romântica, que não esquecerá tão depressa.

 

http://youtu.be/0o6QKpNK9Cc

 

 

Site Meter

publicado às 10:52



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D